Assunto Pessoal

Conheça as dez cidades mais visadas pelos batedores de carteiras segundo a TripAdvisor

batedora de carteira

Tanto faz você ser um turista viajando a lazer ou um executivo em viagem de negócios, em viagens dentro do Brasil ou ao Exterior: sempre vai estar correndo o risco de ter algum bem seu furtado, roubado ou extraviado. Não importa se no hotel, no aeroporto ou na rua, existe sempre uma pequena possibilidade de que exista alguém de olho no que é seu.

Aí você pensa que, tudo bem, é um risco que todo mundo corre, até na própria cidade. E que aumenta principalmente quando se viaja para paises do terceiro mundo, cheio de lugares perigosos e de gente fazendo qualquer coisa para sobreviver, certo? De acordo com a popular comunidade internacional de viagens TripAdvisor, a realidade não é bem essa.

Um recente estudo divulgado pela publicação dá algumas dicas de como diminuir as chances de ter sua carteira furtada e lista os dez lugares do mundo em que é mais provável que algum “amigo do alheio” tente passar a mão no seu dinheiro, cartões de crédito, documentos, máquina fotográfica, etc.

Ao contrário do que se poderia pensar, não são cidades do terceiro mundo que integram a maioria dos “paraisos dos batedores de carteira” da lista da TripAdvisor e sim oito grandes cidades européias. A lista é completada por uma capital sul-americana e outra asiática.

Evidentemente, esse tipo de crime pode ocorrer em qualquer lugar, mas não custa nada abrir os olhos, não é?

As dez cidades com mais incidência de batedores de carteiras

1. Barcelona, Espanha – Muito cuidado com as belas “ramblas” da Catalunha, ruas de pedestres cheias de gente, música e vida de dia e de noite. E de batedores de carteiras também…

2. Roma, Italia – Atenção ao visitar pontos de atração como a Fontana di Tevi, o Pantheon ou o Coliseu. Nesses lugares, a aglomeração de pessoas facilita o trabalho dos ladrões.

3. Praga, República Tcheca – A cidade é linda e os turistas se aglomeram para admirar e fotografar as vistas e prédios históricos. De novo, aglomeração é sinônimo de facilidade para o ladrão.

4. Madri, Espanha – Aqui, tanto lugares abertos, como os mercado popular de El Rastro quanto fechados, caso do metrô e mesmo de museus, são apontados como pontos onde os ladrões vivem se aproveitando de turistas distraídos.

5. Paris, França – Onde quer que haja aglomerações há perigo. Em Paris isso vale desde os pés da Torre Eiffel às escadarias da Sacre-Coeur até o ostensivamente policiado metrô.

6. Florença, Italia – Esta é outra cidade onde a beleza dos prédios, das igrejas e das obras de arte, como o sublime Davi de Michelangelo juntam multidões de turistas, o que atrai grande número de interessados em alivia-los de seus pertences.

7. Buenos Aires, Argentina – Além dos problemas recorrentes das outras cidades da lista, nossos vizinhos portenhos conseguiram se inserir na lista da TripAdvisor com um golpe peculiar: de repente cai “sujeira de passarinho” na sua roupa (muitas vezes é mostarda) e alguém muy gentilmente aparece com um guardanapo limpa-lo(a) no sentido mais amplo possível…

8. Amsterdam, Holanda – Não se engane com a atmosfera tranquila da capital holandesa. A cidade é encantadora, mas cheia de “profissionais” prontos para se aproveitar de uma distração sua.

9. Atenas, Grécia – Outra cidade cheia de vistas maravilhosas, prédios históricos, multidões de turistas e amigos do alheio…

10. Hanói, Vietnam – Segunda cidade não-européia da lista, Hanói tem a mesma combinação perigosa das nove outras que integram a lista: muitas atrações ao ar livre, muitos turistas se aglomerando e habitantes locais “espertos” tirando proveito disso.

Cinco dicas para não ter seus bens furtados

Segundo a TripAdvisor, nem sempre os furtos são apenas do tipo “mão leve” ou do tipo “agarra e corre”, envolvendo muitas vezes esquemas mais elaborados em que o visitante é distraído ou em que se cria condições para que um desconhecido se aproxime e encoste no viajante. A publicação oferece cinco dicas para diminuir as chances de um problema desses:

1. Nunca – nunca mesmo! – deixe sua carteira ou valores nos bolsos de trás das calças, mesmo que eles tenham ziper ou botões. Esse é, de longe, o alvo mais fácil para um ladrão.

2. Cuidado com as táticas de distração. Deixar algo cair perto de você, esguichar algo na sua roupa, dar um empurrão ou mesmo começar uma discussão ou briga perto de você podem ser meios para fazer você se distrair e deixar os seus bens desprotegidos.

3. Ladrões que agem contra turistas muitas vezes agem em pares e nem sempre têm aparência suspeita. Muitas vezes pessoas que você não consideraria uma ameaça, como crianças ou idosos, podem fazer parte de um grupo mal intencionado.

4. Fique alerta em lugares fechados e corredores. Evite ficar perto das portas de trens suburbanos e carros de metrô, pois nesses locais um grupo pode agir mais facilmente contra você.

5. Procure evitar encher sua bolsa ou carteira com trocados, moedas e papeizinhos. Quanto mais vazios eles parecerem, menos atrativos serão para os ladrões.

Pin It on Pinterest

Share This