Cruzeiros

Mare Australis volta a navegar a Patagonia chilena pela Navimag

O Mare Australis, ainda com as cores da Cruceros Australis

O Mare Australis, ainda com as cores da Cruceros Australis

O navio, que pertencia à frota da Cruceros Australis, volta a oferecer cruzeiros em novembro

Construído em 2002, o Mare Australis, com capacidade para 137 passageiros em 64 cabines externas, volta a navegar pela Patagônia chilena sob a bandeira da Navimag, oferecendo opções de cruzeiros em rotas diferentes de três e quatro noites. O navio tem quatro decks e foi especialmente projetado para as viagens de expedição pelos canais patagônicos chilenos, permitindo conciliar navegar com conforto e chegar até pouca distância de terra.

Os roteiros oferecidos levarão os viajantes a belos fiordes austrais e a locais com paisagens únicas nesta região de grandes lagos e vulcões. Partindo do porto da cidade de Castro, ao sul do Chile, os turistas irão apreciar lugares como o Parque Nacional Laguna San Rafael, onde se encontra o incrível glaciar de mesmo nome. Com mais de um milhão e setecentos mil hectares de extensão, a Laguna está localizada no extremo sul do canal Moraleda, aos pés do Campo de Gelo Norte, e corresponde a uma pequena entrada de mar repleta de massas de gelo que se desprendem do Glaciar, que tem 3.000 anos de existência.

Roteiro de três noites

Na expedição de três noites, a primeira parada é na Isla Jechica, após uma noite de navegação para apreciar o incrível céu austral. São mais de 17 mil hectares de costas intocadas, florestas virgens, lagoas e baías que poderão ser apreciados após o desembarque, sempre acompanhado por guias que contarão os detalhes do local. Ao caminhar pela ilha, em meio à biodiversidade patagônica, é possível observar também guanacos, pinguins e lobos marinhos, que são comuns na região.

No terceiro dia, chega-se à famosa Laguna San Rafael, onde os viajantes são levados para conhecer a imponente geleira do local. Engana-se quem pensa que irá encontrar uma paisagem monótona. O gelo varia desde um pálido esbranquiçado a um azul profundo e cria um inesquecível cenário com o límpido céu da região patagônica. No dia seguinte, o grupo passa pela Ilha Raimapu, para conhecer um pouco mais os encantos que a geografia austral oferece, e então retorna a Castro.

Roteiro de quatro noites

Já no roteiro de quatro noites, a programação é a mesma do de três nos dois primeiros dias. No terceiro, porém, há uma passagem por Puerto Aguirre e no quarto é visitada a Baía Tic Toc, onde é possível avistar leões-marinhos, baleias e golfinhos. Há ainda o desembarque na comuna de Chaitén, onde poderão ser feitas caminhadas para conhecer o local. No quinto dia chega-se à parada final em Castro.

Quanto custa?

A rota de quatro noites da Navimag com o Mare Australis sai a partir de US$ 1.100 por pessoa em acomodação dupla. O roteiro de três noites tem preços a partir de US$ 825, também por pessoa em acomodação dupla. Como já é tradição no mercado de ruzeiros pela Patagônia chilena, a empresa opera com sistema all inclusive, que já inclui nas tarifas as bebidas e as excursões em terra.

* Conteúdo fornecido pela publicação especializada Tudo Sobre Cruzeiros

 

Pin It on Pinterest

Share This