Incentivo

Pesquisa aponta que campanhas de incentivo são necessidade nas empresas

A pesquisa Barômetro 2016: Bem-estar no Trabalho identificou que as campanhas de incentivo e recompensas são uma necessidade no ambiente corporativo. O estudo foi encomendado pela Edenred à Ipsos com o objetivo de medir a satisfação no ambiente de trabalho.

De acordo com a pesquisa, 60% dos entrevistados esperam que essa prática seja considerada uma prioridade dentro da empresa.

Além disso, a pesquisa indica que quando essas práticas são adotadas pelas empresas, o nível de satisfação dos funcionários é grande – 69% dos entrevistados estão satisfeitos com a política de incentivos e recompensas adotada na empresa em que trabalham.

Para as empresas, investir em campanhas de incentivos e recompensas vai muito além de engajar e de promover a satisfação dos funcionários.

Por meio dessas iniciativas, nota-se crescente evolução na produtividade, o que gera por consequência, incrementos nos resultados financeiros e aprimoramento da integração entre as diversas áreas da companhia. Além disso, é uma prática vantajosa financeiramente, já que são completamente auto pagáveis.

Incentivo, solução para combater a falta de motivação

Segundo a empresa, mesmo em meio à crise econômica, incentivos e recompensas podeM colaborar com o crescimento das empresas, por meio da motivação de seus funcionários.

Atualmente, a economia exige das empresas soluções criativas para continuar crescendo, pois o cenário mercadológico está cada vez mais dinâmico e desafiador.

Um dos reflexos desse delicado momento é a desmotivação dos funcionários. Pensando nisso, as empresas estão buscando soluções possíveis e eficientes para manter esse público envolvido com os planos da empresa.

Uma dessas alternativas é o marketing de incentivo e de reconhecimento, prática que vem crescendo consideravelmente no Brasil.

Pesquisa Ampro

De acordo com um estudo realizado pela Associação de Marketing Profissional (AMPRO) com empresas de diversos segmentos, 83% das companhias do ramo indústrial aderem campanhas de incentivo e recompensas, o que as qualifica como as que mais investem nesse tipo de ação.

As empresas do ramo de serviços vêm em seguida na preferência por essa prática, com 79% de adesão, seguida pelas empresas do ramo financeiro, com 56%. O setor público é o que menos adere a campanhas de incentivos, com apenas 14%.

É importante que as empresas estejam atentas ao tipo de campanha de incentivo que mais se adequa ao seu público. Cada mercado possui necessidades diferentes e consequentemente, isso reflete nas necessidades de seu público interno.

No caso da Ticket, por exemplo, os segmentos que mais consomem os produtos de incentivo e reconhecimento são: Comércio, Serviços de Escritório, Publicidade e Pesquisa de Mercado e Atividades de Seguros Financeiros.

Combatendo a desmotivação

A área de recursos humanos das empresas pode atuar para mitigar a desmotivação de diversas formas, mas o ideal é aplicar uma solução que seja acessível financeiramente, ou seja, que não pese tanto como os encargos e tributos e que não comprometa o orçamento.

Uma delas é a adoção de cartões pré-pagos de incentivo e premiação. A grande vantagem dos cartões pré-pagos de incentivo e de premiação é que é uma opção onde o custo compensa, já que os gastos são exclusivamente direcionados à aquisição e recarga dos cartões.

Essa flexibilidade adapta-se com facilidade a diversos tipos de campanha de incentivo e oferecem a liberdade necessária para que o usuário utilize o benefício da melhor forma, conforme suas necessidades.

A Ticket, por exemplo, oferece soluções em premiação que visam a valorizar colaboradores, parceiros e consumidores finais, como é o caso dos cartões Presente Perfeito e Duo Card.

Pin It on Pinterest

Share This