Cruzeiros

Governo promete investir 470 milhões em portos para receber cruzeiros


 

Segundo anúncio feito pelo ministro do Turismo, Pedro Novais, o governo vai investir R$ 740 milhões em obras nos principais portos do país, para receber adequadamente turistas de cruzeiros marítimos. Os recursos já estão previstos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e devem ser destinados, entre outros, à construção de terminais de passageiros nos portos de Manaus, Fortaleza , Natal, Recife, Salvador, Vitória, Rio de Janeiro  e Santos.

A justificativa do ministro é de que “estamos preparando o país para receber navios de passageiros durante a Copa de 2014”, complementando que o Ministério do Turismo tem como uma das suas prioridades qualificar profissionais que trabalham no setor para o mundial de 2014. Os treinamentos estão sendo realizados no âmbito do Programa Bem Receber Copa. O ministro mencionou também de uma ação específica para o segmento de turismo náutico, que inclui o receptivo dos portos, que será realizada em parceria com o Ministério do Trabalho.

 

Obras nos portos

O primeiro porto a ter as obras concluidas deve ser o de Recife, cujas obras começaram em junho de 2010 e devem estar concluidas até janeiro de 2013. Nos demais, as obras começam agora, caso do Rio de Janeiro ou até o final do ano, pois muitos projetos foram revistos para contemplarem uma estrutura multi-usos, como a implantada pelo Pier Mauá no Rio. Em função dessas revisões, o governo já trabalha com a possibilidade de suplementação da verba de R$740 milhões, podendo ultrapassar o valor de R$ 1 bilhão. Dos portos a receberem investimentos do PAC com vistas à Copa, o de Manaus deverá ser o último a ter as obras começadas.

De modo geral, os recursos serão empregados, basicamente, na construção e adaptação de instalações portuárias destinadas a atender a movimentação de passageiros, tripulantes e bagagens de navios de cruzeiro. Em alguns portos serão realizadas obras de construção e ampliação de píeres de atracação de navios de cruzeiros. É o caso do porto de Santos, que é o mais movimentado porto de cruzeiros marítimos do país, cujo projeto de ampliação prevê a extensão do cais em mais 1.323 metros.

Esse também é o caso do porto do Rio de Janeiro, segundo no ranking de movimento de navios de cruzeiros marítimos, que vai receber a maior parcela dos investimentos,  em razão da necessidade de construção de três novos píeres de atracação de navios de passageiros.

 

* Conteúdo fornecido pela publicação especializada Tudo Sobre Cruzeiros

 

Pin It on Pinterest

Share This